Em 27 de dezembro de 1952 nascia a Japan Helicopter & Aeroplane Transports Co. Nesse ano foi assinado o Tratado de Paz de São Francisco, que finalizou oficialmente da Segunda Guerra Mundial no Japão. Com isso o governo aprovou uma nova lei permitindo a fundação de companhias aéreas privadas. O objetivo era reestruturar o país após a guerra. A empresa iniciou as operações somente com helicópteros e depois o transporte de carga, com um De Havilland Dove, na rota Tokyo - Osaka. O transporte de passageiros iniciou no ano seguinte.
No final de 1956 a Japan Helicopter & Aeroplane Transports Co., também conhecida como Nippon Helicopter, se fundiu com outra companhia aérea japonesa, a Far East Airlines. Daí surgiu a ANA - All Nippon Airways.
Em 1965 a empresa entrou na era a jato com os três primeiros Boeing 727-100. Inicialmente eles foram usados para voos charter.
Em fevereiro de 1971 a ANA operou pela primeira vez um voo internacional, num voo charter para Hong Kong com o Boeing 727.
Em 1974 foi fundada a Air Nippon Co., uma subsidiária para voos regionais. Nessa época a empresa já possuía a maior malha nacional do Japão.
Em 1978 foi criada a Nippon Cargo Airlines, para o mercado de carga.
No início da década de 80 a ANA era a sexta maior companhia aérea do mundo! Porém não era muito conhecida, pois suas operações internacionais eram limitadas a voos charter para a Ásia. Nessa década o governo japonês ficou preocupado com a perda de espaço nas rotas internacionais das empresas japonesas para as estrangeiras. Então o governo deu autorização para a ANA operar rotas internacionais. A partir daí a empresa fez uma grande expansão nas rotas internacionais. As primeiras rotas foram para Pequim, Dailan, Hong Kong e Sydney, em 1987. Depois Seul em 1988. Londres e Madrid em 1989. Paris em 1990 e Nova York em 1991.
Os anos de 1992 a 1994 foram difíceis para as companhias aéreas japonesas e na ANA houve corte funcionários e despesas. Um plano de recuperação foi desenvolvido e visava o aumento das rotas internacionais. Sendo assim a ANA adquiriu novos Boeings 777 e Airbus A321. Na final da década o mercado doméstico japonês estava com um baixíssima demanda e a ANA ainda sofria forte competição das outras companhias aéreas. Com isso a empresa reduziu rotas e tamanho das aeronaves para voos nacionais.
Em outubro de 1999 a ANA entrou na Star Alliance (Aliança global entre empresas aéreas). No mesmo ano a empresa lançou um subsidiária low cost/low fare, a Air Nippon.
Em janeiro de 2000 a ANA iniciou um Code-Share com a Varig. A empresa também não escapou da crise causada pelo 11 de setembro de 2001 e da epidemia SARS, levando ao corte de várias rotas internacionais.
Em 2004 foi a primeira companhia aérea a encomendar o Boeing 787, com uma encomenda estimada em US$ 6 bilhões.
Em 29 de fevereiro de 2008 o Airbus A321 voou pela última vez na ANA.
No final de 2009 explodiu a crise financeira da sua principal concorrente, a JAL, que reduziu a frota e as rotas. Com isso a ANA viu a chance de se tornar a principal companhia do Japão, ocupando o lugar da JAL. Em 2009 a ANA já tinha aproximadamente 50% do mercado nacional japonês, incluindo os voos operados pelas subsidiárias. A companhia começou a planejar uma agressiva expansão internacional.
Em 2010 anunciou um acordo com a Tam, para voos entre o Brasil e o Japão.
Em 26 de setembro de 2011 a ANA recebeu o seu primeiro Boeing 787-8, sendo a primeira companhia do mundo a receber e operar a mais nova aeronave comercial. O primeiro voo com passageiros ocorreu em 26 e 27 de outubro com um voo charter entre Tokyo e Hong Kong.
Em fevereiro de 2014 a companhia aposentou o último Boeing 747.
Em fevereiro de 2016 a ANA entrou para o seleto grupo de companhias que operam o A380, ao anunciar a encomenda de três unidades.

 

Evolução da empresa:

 

Fundação: 1952
País:
Japão
Principais Aeroportos: Aeroporto Internacional de Narita (Narita), Aeroporto Internacional de Kansai (Osaka) e Aeroporto de Haneda (Tokyo)

Sede: Tokyo
Códigos: ANA / NH

Code Share:
Varig (encerrado) / Tam (2010-2014)
Destinos: 73

 

> Frota Atual:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:
ANA (+ Air Japan)
Airbus A320 10 1 21 anos   110 ou 166
Airbus A320neo       7  
Airbus A321neo       23  
Airbus A380       3  
Boeing 737-700 7   10 anos   34 ou 48 (internacional) / 120 (nacional)
Boeing 737-800 36   5 anos   167 ou 176
Boeing 767-300 12   23 anos   202 ou 214 (internacional) / 270 (nacional)
Boeing 767-300ER 25   10 anos  
Boeing 767-300ERF 12   22 anos   -
Boeing 777-200 12   17 anos   223 ou 306 (internacional) / 405 (nacional)
Boeing 777-200ER 12   10 anos  
Boeing 777-300 7   17 anos   212 ou 250 ou 264 (internacional) / 514 (nacional)
Boeing 777-300ER 22   8 anos 6
Boeing 777-9X       20  
Boeing 787-8 36   4 anos   169 ou 222 ou 240 (i) / 325 (n)
Boeing 787-9 22   1 ano 22 215 (internacional) / 395 (nacional)
Mitsubishi RJ90       15  
TOTAL: 213 1 9 anos 99 -

ANA WINGS

Boeing 737-500 17   19 anos   133 ou 126
Dash 8-400 21   9 anos   74
TOTAL: 38 0 14 anos 0 -

VANILLA AIR

Airbus A320 12 1 2 anos 0 110 (20+90) ou 166

TOTAL DO GRUPO: 263

Bombardier Dash 8-400

Passageiros: 74

Boeing 737-500

Passageiros: 126

Boeing 737-700 e Boeing 737-800

Passageiros versão internacional (700):
44 ou 38 ou 120
Passageiros (700):
120 (8J+112Y)
Passageiros (800):
166 (8J+158Y), 167 (8J+159Y) ou 176

Peso máx. de decolagem: 71 toneladas
Altitude de cruzeiro: 12,5 km
Alcance: 12370 km
Airbus A320

Passageiros: 110 (20J+90Y) ou 166
Entrou em serviço na ANA: 1991
Peso máx. de decolagem: 67 toneladas
Velocidade: 840 km/h
Altitude de cruzeiro: 11,9 km
Alcance: 2380 km
Motores: 2xCFM-56-5A1

Boeing 767-300

Passageiros (nacional): 270 (10J+260Y)
Passageiros (internacional): 202 (35J+167Y) ou 214 (35J+179Y)
Entrou em serviço na ANA: 1987
Peso máx. de decolagem: 131 toneladas
Velocidade: 880 km/h
Altitude de cruzeiro: 13,1 km
Alcance: 3370 km
Motores: 2xGE CF6-80C2B2

Boeing 777-200

Passageiros (nacional): 405 (21J+384Y)
Passageiros (internacional): 223 (70J+36W+117Y) ou 306 (35J+271Y)
Entrou em serviço na ANA: 1995
Peso máx. de decolagem: 202 toneladas
Velocidade: 870 km/h
Altitude de cruzeiro: 13,1 km
Alcance: 4370 km
Motores: 2xPW4074
Boeing 777-300

Passageiros (nacional): 514 (21J+493Y)
Passageiros (internacional): 212 (8F+68J+24W+112Y) ou 250 (8F+52J+24W+166Y) ou 264 (8F+52J+24W+180Y)
Entrou em serviço na ANA: 1998
Peso máx. de decolagem: 233 toneladas
Velocidade: 890 km/h
Altitude de cruzeiro: 13,1 km
Alcance: 4500 km
Motores: 2xPW4090
Boeing 787-8

Passageiros (nacional): 335 (12J+323Y)
Passageiros (internacional):
169 (46J+21W+102Y) ou 222 (42J+180Y) ou  240 (42J+198Y)
Entrou em serviço na ANA: 2011
Peso máx. de decolagem: 210 toneladas
Velocidade: 910 km/h
Altitude de cruzeiro: 13,1 km
Motores: 2xTrent 1000-A
Boeing 787-9

Passageiros (nacional): 395 (18J+377Y)
Passageiros (internacional): 215 (48J+21W+146Y)
Entrou em serviço na ANA: 2014
Peso máx. de decolagem: 226 toneladas
Velocidade: 910 km/h
Altitude de cruzeiro: 13,1 km
Motores: 2xTrent 1000-A2
 

Códigos: F: Primeira Classe, J: Classe Executiva, W: Classe Econômica Premium, Y: Classe Econômica

 

> Histórico da Frota:

E
Aeronave 1965 1975 1985 1995 2004 2015
Família A320       18 72 12
Boeing 727 3 28 13      
Boeing 737 16 14 9   43
Boeing 747 17 37 31
Boeing 767 11 53 45 52
Boeing 777 23 57
Boeing 787   36
Douglas DC-3 8          
Convair 440 4          
Fokker F-27 25          
Lockheed Tristar   7 17 4    
V. Viscount 800 8          
NAMC YS-11   32 19 7    
outros 19 6 5      
TOTAL: 67 89 96 128 171 200

 

> Aeronaves Utilizadas:

Aeronave: Período: Nº operado: Passageiros:
Airbus A321

1998-2008

7 191 (8+183)
Boeing 727-100

1964-1974

12 129
Boeing 727-200

1969-1990

34 169-178
Boeing 737-200

1969-1992

27 115-126
Boeing 747-200B/SR

1979-2006

23 298-377 / 528 (20+508)
Boeing 747-400/747-400D

1990-2014

19 365 / 565 (23+542)
Boeing 767-200

1983-2004

25 234
Convair 440

1959-1964

4 52
De Havilland DH104

1953-1962

  8-11
De Haviiland DH114

1954-1961

  14-17
Handley Page HP104

1954-1960

  22
DC-3 (C-47/C-53)

1955-1964

15 30

Fokker F27-200

1961-1973

27 40-44
Lockheed L1011

1974-1995

21 306-326
Vickers Viscount 700/800

1961-1969

11 67
YS-11-100/A-200/500/600

1965-1991

44 60-64

 

 

> Mapa de Rotas:

ROTAS NACIONAIS

 

DESTINOS NA ÁSIA

DESTINOS - AMÉRICA

DESTINOS - EUROPA

 

GLOBAL

 

Atualizado em maio de 2017

Aviação Comercial