A Deutsche Luft Hansa Aktiengesellschaft foi fundada em 6 janeiro de 1926 em Berlim. A companhia foi resultado da fusão da Deutsche Aero Lloyd e da Junkers Luftverkehr. Os voos foram iniciados em março do mesmo ano com aeronaves Junkers G-23. Desde a sua fundação, a empresa passou a controlar a Condor Syndikat, empresa alemaã que fazia a rota entre a Alemanha e a América do Sul. A Condor Syndikat possuía subsidiárias no continente sulamericano, incluindo no Brasil: a Syndicato Condor. Nessa época as aeronaves não tinham autonomia para cruzar o oceano Atlântico, sendo assim a Luft Hansa criou um sistema com "navio-catapulta", que levavam a bordo um hidroavião, no meio do oceano o avião era "catapultado" do navio e seguia viagem até chegar na costa brasileira, usando o máximo da sua autonomia.
Em dezembro de 1927 a companhia se chamava Deutsche Luft Hansa e os governos da Alemanha e Espanha fizeram um acordo para estabelecer uma companhia aérea em território espanhol, essa companhia se tornaria a Iberia anos mais tarde.
A partir de 1933 a companhia passou a utilizar o nome Lufthansa. A companhia se expandiu e foi a pioneira nas rotas para a Ásia e Oriente, além criar várias companhias aéreas na América Latina oferecendo capital, aviões alemães e tripulação. Porém, com a Segunda Guerra Mundial, a empresa foi obrigada a reduzir suas rotas e, em 1945, com a derrota da Alemanha, a companhia encerrou as atividades.
A companhia foi recriada no dia 6 de janeiro de 1953. Em abril de 1955 foram retomadas as rotas nacionais e em maio as internacionais. A companhia foi reequipada com aeronaves americanas DC-3, Convair 340 e Locheed Constellation.
Em agosto de 1956 a companhia iniciou serviços para o Brasil na rota Hamburgo - Paris - Dakar - Rio de Janeiro, com o Constellation. A companhia enfrentava problemas com a divisão do país após a guerra. Na Alemanha Oriental criaram uma outra companhia chamada Lufthansa, o que causou uma briga entre os dois lados resultando na mudança de nome da companhia da parte oriental. A Lufthansa também foi proibida de sobrevoar a parte oriental.
A Lufthansa entrou na era do jato com o Boeing 707-400 em 1960. A companhia demorou a operar jatos em relação outras companhias aéreas grandes, que já utilizavam jatos da Boeing e Douglas em média há dois anos. Em 1963 a rota para o Brasil passou a ser operada com o Boeing 707. Em 1964 foi a vez do Boeing 727 estrear na companhia. A Lufthansa foi a primeira companhia aérea não americana a operar o 727.
Em fevereiro de 1965 a empresa foi a primeira companhia aérea a encomendar e operar o famoso Boeing 737. O primeiro Boeing 737-100 chegou em 1967. Com a chegada dos 737, a frota da companhia passou a ser composta somente de jatos.
Na década de 70 a companhia recebeu o primeiro Airbus: um A300. Também nos anos 70 a rota para o Brasil passou a ser operada com o DC-10.
Em 1980 a Lufthansa passou a operar com o Boeing 747-200 para o Brasil, possibilitando voos sem escalas na rota Frankfurt - Rio de Janeiro - Campinas, quatro vezes por semana. Em 1989 a companhia mudou de Campinas para Guarulhos.
Em 1990 a Lufthansa voltou a operar em Berlim. Porém na década de 90 a companhia enfrentou uma grave crise financeira, que foi contida pelo governo. Além disso a companhia começou a ser privatizada aos poucos.
Em 1990 a companhia passou a voar para o Brasil com Boeing 747-400 tanto para o Rio de Janeiro, quanto para São Paulo. O Airbus A340-300 foi introduzido nas rotas para o Brasil em 1993, possibilitando o aumento das frequências.
Em 1997 a companhia foi uma das fundadoras da Star Alliance.
Em 2000 a Lufthansa deixou de voar para o Rio de Janeiro. A companhia voltou a voar para o Rio por um breve período em parceria com a Varig entre 2003 e 2005.
Em 2001 foram inaugurados os voos diretos entre Munique e São Paulo, em parceria com a Varig. A partir de 2005 o A340-600 foi introduzido na rota para São Paulo.
Em 22 março de 2005 a Lufthansa adquiriu a Swiss International Airlines, fazendo frente ao grupo Air France-KLM.
Em 2006 a companhia foi a primeira a encomendar a versão de passageiros do novo Boeing 747-8.
Em junho de 2007 a Lufthansa comprou 30 aviões da Embraer, uma grande vitória para a fabricante já que a Lufthansa era cliente de longa data da Bombardier.
Em 2008, se aproveitando da crise na Alitalia, a Lufthansa lançou a Lufthansa Italia - sua subsidiária na Itália. Também em 2008 adquiriu a companhia aérea Belga Brussels Airlines.
Em 2009 o grupo Lufthansa ficou ainda maior com a incorporação da Austrian Airlines (em janeiro) e da BMI (em novembro).
Em outubro de 2011 a Lufthansa voltou a voar diretamente para o Rio de Janeiro com o A340-300. Também em outubro, a Lufthansa Italia deixou de operar.
Em 26 de abril de 2012 foi a primeira companhia do mundo a receber e operar o Boeing 747-8 na versão de passageiros. Nesse ano a Lufthansa vendeu a BMI para a British Airways.
Em março de 2014 o Boeing 747-8 passou a operar na rota Frankfurt - São Paulo em substituição ao Boeing 747-400. Já a rota Frankfurt - Rio de Janeiro passou a ser operada pelo Boeing 747-400 em substituição ao Airbus A340-300. De 2015 até 2017 o B747-8 também passou a operar na rota para o Rio de Janeiro, mas foi substituído novamente pelo B747-400.
No dia 20 de janeiro de 2016 a Lufthansa foi a primeira companhia aérea no mundo a operar o A320neo. Em outubro a companhia aposentou o último Boeing 737, após quase 50 anos de operação com esse modelo.
Em outubro de 2017, com o fim da Air Berlin, a Lufthansa foi a principal compradora da massa falida. As aeronaves e funcionários adquiridos foram repassados para a Eurowings e Austrian.
Em fevereiro de 2018 a empresa apresentou sua nova identidade visual, após 30 anos sem nenhuma alteração. A marca passou a adotar o azul escuro como cor principal.
Durante o ano de 2020 a pandemia do COVID-19 deteriorou rapidamente a saúde financeira do Grupo Lufthansa, que recorreu ao governo para se reestruturar financeiramente. A empresa negociou um pacote de cerca de 9 bilhões de euros com o governo alemão.
Em março de 2022 a Lufthansa trocou Frankfurt por Munique na rota para o Rio de Janeiro, passando a operar com o A350-900.

 

 


Lufthansa CityLine foi fundada em 1958 com o nome de OLT (Ostfriesische Lufttaxi) e começou a operar voos compartilhados com a Lufthansa em 1974. Em 1988 todas as operações da companhia foram compradas pela Lufthansa e a companhia foi renomeada para Lufthansa CityLine.

E

A Lufthansa Regional é composta de companhias aéreas regionais pertencentes ao grupo Lufthansa.

A Air Dolomiti é uma regional italiana, que pertence ao grupo Lufthansa.

A companhia foi fundada em 1980 com o nome de Interot Airways. Em 1996 começou a operar voos para Lufthansa e mudou para Augsburg Airways. Encerrou operações em 2013.

A companhia foi formada em 1993 como resultado da fusão da NFD e RFG. Posteriormente a companhia passou a fazer parte da Lufthansa Regional. Em 2015 foi fundida com a Germanwings.

 


A Germanwings nasceu como uma regional alemã pertencente ao grupo Lufthansa. Era o braço "low cost, low fare" do grupo, tendo como principais concorrentes a EasyJet e a RyanAir. Porém um acidente, em março de 2015, afetou a imagem da companhia. Sendo assim a Lufthansa decidiu fundir a Germanwings com a Eurowings e acabar com a marca Germanwings. A partir de 2016 Eurowings passou a ocupar o lugar da Germanwings como braço low cost, low fare do grupo.


Com a crise financeira da Alitalia, a Lufthansa e a Air France disputaram para ver quem iria ser a parceira estratégica da "nova Alitalia". O Grupo Air France-KLM acabou ganhando e como "Plano B" a Lufthansa resolveu criar uma subsidiária italiana. Em 2 de fevereiro de 2009 foi inaugurada a Lufthansa Italia que operava a partir do Aeroporto de Malpensa com oito Airbus A319. Mas depois da competição com a EasyJet e com a própria Alitalia, a Lufthansa resolveu acabar com a subsidiária em 29 de outubro de 2011.

 


A Brussels Airlines é a principal companhia da Bélgica e foi criada com a fusão da SNBA e Virgin Express, em 7 de novembro de 2006.
Em setembro de 2008 a companhia foi comprada pela Lufthansa. Em dezembro de 2009 a companhia entrou na
Star Alliance. A Lufthansa então iniciou uma maior interação da Brussels com as outras companhias aéreas do grupo. A Eurowings assumiu parte das rotas na Europa, enquanto a marca Brussels vai focou mais nas rotas para África.

Fundação: 2006
País:
Bélgica
Sede: Diegem
Códigos: BEL / SN
Principais Aeroportos:
Aeroporto Internacional Brussels-National
Aeronaves já operadas: Airbus A330-200 (264 (22J+242Y))
Destinos: 76

> Frota Atual:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:

BRUSSELS AIRLINES

Airbus A319

14 4 17 anos   132 ou 141

Airbus A320

16   17 anos   168 ou 180

Airbus A330-300

9 3 14 anos   288 (30J+39W+219Y)

TOTAL:

39 7 16 anos 0 -

 

Evolução da empresa:

Logos antigos:

Pinturas:

 

Fundação: 1926 / 1953
País:
Alemanha
Principais Aeroportos: Aeroporto Internacional
am Main, Aeroporto Internacional Franz Josef Strauss
Sede: Frankfurt
Códigos: DLH / LH
Destinos: 221
Destinos no Brasil:
São Paulo e Rio de Janeiro
Code-Share:
Varig (encerrado em 2006). Tam (iniciado em 2007)

 

> Frota Atual:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:

LUFTHANSA e LUFTHANSA CARGO

Airbus A319

23   19 anos   132

Airbus A320

73 12 13 anos   156

Airbus A320neo

32   3 anos 28 180

Airbus A321

48 15 12 anos   190

Airbus A321neo

15   1 ano 25 215

Airbus A330-300

13 2 13 anos   221 (3 classes)

Airbus A340-300

15 2 23 anos   221 (3 classes)

Airbus A340-600

4   15 anos   281 (4 classes)

Airbus A350-900

20 1 4 anos 4 293 (3 classes)

Airbus A380

  8 9 anos   488 (4 classes)

Boeing 747-400

8   22 anos   344 (3 classes)

Boeing 747-8

19   8 anos   364 (4 classes)

Boeing 777-200F

11   5 anos   -

Boeing 777-9X

      20  

TOTAL:

281 40 10 anos 87 -

LUFTHANSA CITYLINE

Bombardier CRJ-900

28 7 12 anos   86

Embraer E-190

9   12 anos   100
Airbus A319 11   21 anos   138

Airbus A321PF

2   19 anos   -

TOTAL:

50 7 15 anos 0 -

EUROWINGS

Airbus A319

38 1 15 anos   144 ou 150

Airbus A320

78   11 anos   174 ou 180

Airbus A320neo

2   0 ano   174

Airbus A330-200

3   17 anos   270 (3 classes)

Airbus A330-300

7   15 anos   283 (3 classes)

TOTAL:

128 1 12 anos 0 -

LUFTHANSA REGIONAL (Air Dolomiti)

Embraer E-195

17   12 anos   120


TOTAL Lufthansa + CityLine: 331
TOTAL DO GRUPO LUFTHANSA: 666
 

Airbus A380

Passageiros: 488 (8F+92J+52W+336Y) ou 526 (8F+98J+420Y)
Velocidade: 907 km/h
Altitude: 13100 m
Alcance: 12000 km

  Boeing 747-8

Passageiros: 362 (8F+92J+262Y) ou 364 (8F+80J+32W+244Y)
Velocidade: 920 km/h
Altitude: 13100 m
Alcance: 13100 km
  Airbus A350-900

Passageiros: 293 (43J+21W+224Y) ou 319 (36J+21W+262Y)
Velocidade: 907 km/h
Altitude: 13140 m
Alcance: 12200 km
.
Airbus A340-300

Passageiros: 221 (8F+48J+165Y) ou 298 (18J+19W+261Y)
Velocidade: 875 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 12700 km
  Airbus A330-300

Passageiros: 221 (8F+48J+165Y)
Velocidade: 875 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 10000 km
  Airbus A321neo / A321

Passageiros: 215 / 190 ou 200
Velocidade: 840 km/h
Altitude: 12000 m
Alcance: 4100 km
.
Airbus A320neo / A320

Passageiros: 180 / 156 ou 168
Velocidade: 840 km/h
Altitude: 11900 m
Alcance: 3470 km
  Airbus A319

Passageiros: 132 ou 138
Velocidade: 840 km/h
Altitude: 11900 m
Alcance: 3470 km
  Embraer E-190/E-195

Passageiros: 100 / 116
Velocidade: 870 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 3390 / 2590 km
.
Bombardier CRJ-900

Passageiros: 86
Velocidade: 820 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 2440 km
       

Códigos: F: Primeira Classe, J: Classe Executiva, W: Classe Econômica Premium, Y: Classe Econômica.

 


O Grupo Lufthansa é composto das seguintes companhias aéreas: Lufthansa, Lufthansa Cargo, Lufthansa CityLine, Lufthansa Regional, Germanwings/Eurowings, Grupo Swiss, Grupo Austrian e Brussels Airlines.

E
Aeronave: Quantidade: Companhia Aérea:
GRUPO LUFTHANSA
Airbus A220-100/300 30 Swiss
Família Airbus A320 360 Lufthansa, Brussels, EuroWings, Swiss, Austrian
Família Airbus A320neo 57 Lufthansa, Swiss
Airbus A330 42 Lufthansa, Brussels, Edelweiss, Swiss
Airbus A340 28 Lufthansa, Edelweiss, Swiss
Airbus A350-900 20 Lufthansa
Boeing 747 27 Lufthansa
Boeing 767-300ER 3 Austrian
Boeing 777-200/300 28 Austrian, Lufthansa Cargo, Swiss
Boeing 777-9X   Lufthansa
Bombardier CRJ-900 28 Lufthansa Cityline
Embraer E-Jets 43 Lufthansa Cityline, Air Dolomiti, Austrian
TOTAL: 666 -

 

 

> Histórico de Frota:

E

Aeronave

1955 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2004 2008 2015 2020

Airbus A300

          10 4 8 11 13 7 14    

Airbus A310

            10 15 12 5 2      

Família A320

              8 42 75 74 87 145 214

Airbus A330

                    6 12 19 15

Airbus A340

                13 22 37 45 41 23

Airbus A350

                          16

Airbus A380

                        14 8

B707/B720

  1 12 21 18 7                

Boeing 727

    8 21 30 29 26 20            

Boeing 737

      25 28 28 42 62 108 77 60 64 21  

Boeing 747

      3 5 9 17 28 25 34 30 30 36 32

Convair 3/440

4 9 11                      

DC-3

3 3                        

DC-10

        9 11 11 11 1          

L1049/L1649

  11 7                      

V. Viscount

  9 7 3                    

TOTAL:

7 33 45 73 90 94 110 152 212 226 216 252 276 308

 

 

> Aeronaves Utilizadas:

Aeronave: Período: Total de unidades: Passageiros:

Airbus A300B2

1976-1984

07

 

Airbus A300B4

05

207 (18+63+126)

Airbus A300-600

1987-2009

15

246 (58+188) ou 200 (10+54+136)

Airbus A310-200

1984-2005

13

222

Airbus A310-300

10

174 (62+112)

Airbus A330-200

2002-2006

07

230 (48+182) ou 229 (42+187)

Airbus A340-200

1993-2006

08

212 (8+42+162)
 Airbus A340-600 2003- 24 281 (8F+56J+28W+189Y) ou 306 (8F+60J+238W)

Boeing 707-320B/C

1960-1984

19

124

Boeing 707-420

05

Boeing 720-200B

08

 

Boeing 727-100/C

1964-1979

27

 

Boeing 727-200

1971-1993

34

 

Boeing 737-100

1967-1982

24

85

Boeing 737-200

1969-1997

43

 
 Boeing 737-300 1986-2016  39 127

Boeing 737-400

1992-1998

11

 
 Boeing 737-500 1990-2016  42 111

Boeing 747-100

1970-1979

03

 

Boeing 747-200/B

1971-2004

22

386/258
 Boeing 747-400 1989- 22 344 (8F+66J+270Y)

Convair 340

1955-1968

06

44

Convair 440

11

 

Douglas DC-2

1955-1960

10

 

Douglas DC-3

15

 

Douglas DC-10-30

1974-1994

17

 

Lockheed Constellation A/H

1955-1967

14

32
 MD-11F 1998-2021 19 -

Viscount 800

1958-1971

11

 
Dewoitine 338   03  
 

 

 

> Mapa de Rotas:


MAPA DE ROTAS NACIONAIS


2020 (clique para ampliar)

ROTAS - EUROPA

2018

ROTAS - GLOBAL (de Munich)

2017

ROTAS - GLOBAL (de Frankfurt)

2017

ROTAS - GOBAL (de Bruxelas)

2017


2007


1975


1966


1961


1934

 

Atualizado em junho de 2022

Aviação Comercial.net