A Deutsche Luft Lança Aktiengesellschaft foi fundada em 6 janeiro de 1926 em Berlim. A companhia foi resultado da fusão da Deutsche Aero Lloyd e da Junkers Luftverkehr. Os voos foram iniciados em março do mesmo ano com um avião Junkers G-23.
Em dezembro de 1927 a companhia se chamava Deutsche Luft Hansa e os governos da Alemanha e Espanha fizeram um acordo para estabelecer uma companhia aérea em território espanhol, essa companhia se tornaria a Iberia anos mais tarde.
A partir de 1933 a companhia passou a utilizar o nome Lufthansa. A companhia se expandiu e foi a pioneira nas rotas para a Ásia e Oriente, além de abrir várias companhias aéreas na América Latina oferecendo capital, aviões alemães e tripulação, entre elas a Varig e a Cruzeiro. Porém, com a Segunda Guerra Mundial, a empresa foi obrigada a reduzir suas rotas e, em 1945, com a derrota da Alemanha, a companhia encerrou as atividades.
A companhia foi recriada em 6 de janeiro de 1953. Em abril de 1955 foram retomadas as rotas nacionais e em maio as internacionais. A companhia foi reequipada com aeronaves americanas DC-3, Convair 340 e Locheed Constellation.
Em agosto de 1956 a companhia iniciou serviços para o Brasil na rota Hamburgo - Paris - Dakar - Rio de Janeiro, com o Constellation. A companhia enfrentava problemas com a divisão do país após a guerra. Na Alemanha Oriental tentaram criar uma outra companhia chamada Lufthansa, o que causou uma briga entre os dois lados resultando na mudança de nome da companhia da parte oriental. A Lufthansa também foi proibida de sobrevoar a parte oriental.
A Lufthansa entrou na era do jato com o Boeing 707-400 em 1960. A companhia demorou a operar jatos em relação outras companhias aéreas grandes, que já utilizavam jatos da Boeing e Douglas em média há dois anos. Em 1963 a rota para o Brasil passou a ser operada com o Boeing 707. Em 1964 foi a vez do Boeing 727 estrear na companhia. A Lufthansa foi a primeira companhia aérea não americana a operar o 727.
Em fevereiro de 1965 a empresa foi a primeira companhia aérea a encomendar e operar o famoso Boeing 737. O primeiro Boeing 737-100 chegou em 1967. Com a chegada dos 737, a frota da companhia passou a ser composta somente de jatos.
Na década de 70 a companhia recebeu o primeiro Airbus: um A300. Também nos anos 70 a rota para o Brasil passou a ser operada com o DC-10.
Em 1980 a Lufthansa passou a operar com o Boeing 747-200 para o Brasil, possibilitando voos sem escalas na rota Frankfurt - Rio de Janeiro - Campinas, quatro vezes por semana. Em 1989 a companhia mudou de Campinas para Guarulhos.
Em 1990 a Lufthansa voltou a operar em Berlim. Porém na década de 90 a companhia enfrentou uma grave crise financeira, que foi contida pelo governo. Além disso a companhia começou a ser privatizada aos poucos.
Em 1990 a companhia passou a voar para o Brasil com Boeing 747-400 tanto para o Rio de Janeiro, quanto para São Paulo. O Airbus A340-300 foi introduzido nas rotas para o Brasil em 1993, possibilitando que o aumento das frequências.
Em 1997 a companhia foi uma das fundadoras da Star Alliance.
Em 2000 a Lufthansa deixou de voar para o Rio de Janeiro. A companhia voltou a voar para o Rio por um breve período em parceria com a Varig entre 2003 e 2005.
Em 2001 foram inaugurados os voos diretos entre Munique e São Paulo, em parceria com a Varig. A partir de 2005 o A340-600 foi introduzido na rota para São Paulo.
Em 22 março de 2005 a Lufthansa adquiriu a Swiss International Airlines, fazendo frente ao grupo Air France-KLM.
Em 2006 a companhia foi a primeira a encomendar a versão de passageiros do novo Boeing 747-8. A companhia também anunciou a compra de uma parte da JetBlue.
Em junho de 2007 a Lufthansa comprou 30 aviões da Embraer, uma grande vitória para a fabricante já que a Lufthansa era cliente de longa data da Bombardier.
Em 2008, se aproveitando da crise na Alitalia, a Lufthansa lançou a Lufthansa Italia - sua subsidiária na Itália. Também em 2008 adquiriu a companhia aérea Belga Brussels Airlines.
Em 2009 o grupo Lufthansa ficou ainda maior com a incorporação da Austrian Airlines (em janeiro) e da BMI (em novembro).
Em outubro de 2011 a Lufthansa voltou a voar diretamente para o Rio de Janeiro com o A340-300. Também em outubro, a Lufthansa Italia deixou de operar.
Em 26 de abril de 2012 foi a primeira companhia do mundo a receber e operar o Boeing 747-8 na versão de passageiros. Nesse ano a Lufthansa vendeu a BMI para a British Airways.
Em março de 2014 o Boeing 747-8 passou a operar na rota Frankfurt - São Paulo em substituição ao Boeing 747-400. Já a rota Frankfurt - Rio de Janeiro passou a ser operada pelo Boeing 747-400 em substituição ao Airbus A340-300. De 2015 até 2017 o B747-8 também passou a operar na rota para o Rio de Janeiro, mas foi substituído novamente pelo B747-400.
No dia 20 de janeiro de 2016 a Lufthansa foi a primeira companhia aérea no mundo a operar o A320neo. Em outubro a companhia aposentou o último Boeing 737, após quase 50 anos de operação.
Em outubro de 2017, com o fim da Air Berlin, a Lufthansa foi a principal compradora da massa falida. As aeronaves e funcionários adquiridos foram repassados para a Eurowings e Austrian.
Em fevereiro de 2018 a empresa apresentou sua nova identidade visual, após 30 anos sem nenhuma alteração. A marca passou a adotar o azul escuro como cor principal.
Durante o ano de 2020 a pandemia do COVID-19 deteriorou rapidamente a saúde financeira do Grupo Lufthansa, que recorreu ao governo para se reestruturar financeiramente. A empresa negocia um pacote de cerca de 9 bilhões de euros com o governo alemão.

 

 


Lufthansa CityLine é a subsidiária regional da Lufthansa. A companhia foi fundada em 1958 com o nome de OLT (Ostfriesische Lufttaxi) e começou a operar voos compartilhados com a Lufthansa em 1974. Em 1988 todas as operações da companhia foram compradas pela Lufthansa e a companhia foi renomeada para Lufthansa CityLine.

E

A Lufthansa Regional é composta de companhias aéreas regionais pertencentes ao grupo Lufthansa: Air Dolomiti, Augsburg Airways, Lufthansa CityLine e Eurowings.

A Air Dolomiti é uma regional italiana, que pertence ao grupo Lufthansa.

A companhia foi fundada em 1980 com o nome de Interot Airways. Em 1996 começou a operar voos para Lufthansa e mudou para o nome atual. Encerrou operações em 2013.

A companhia foi formada em 1993 como resultado da fusão da NFD e RFG. Posteriormente a companhia passou a fazer parte da Lufthansa Regional. Em 2015 foi fundida com a Germanwings.

 


A Germanwings nasceu como uma regional alemã pertencente ao grupo Lufthansa. Era o braço "low cost, low fare" do grupo, tendo como principais concorrentes a EasyJet e a RyanAir. Porém um acidente, em março de 2015, afetou a imagem da companhia. Sendo assim a Lufthansa decidiu fundir a Germanwings com a Eurowings e acabar com a marca Germanwings. A partir de 2016 Eurowings passou a ocupar o lugar da Germanwings como braço low cost, low fare do grupo.


Com a crise financeira da Alitalia, a Lufthansa e a Air France disputaram para ver quem iria ser a parceira estratégica da "nova Alitalia". O Grupo Air France-KLM acabou ganhando e como "Plano B" a Lufthansa resolveu criar uma subsidiária italiana. Em 2 de fevereiro de 2009 foi inaugurada a Lufthansa Italia que operava a partir do Aeroporto de Malpensa com oito Airbus A319. Mas depois da competição com a EasyJet e com a própria Alitalia, a Lufthansa resolveu acabar com a subsidiária em 29 de outubro de 2011.

 


A Brussels Airlines é a principal companhia da Bélgica e foi criada com a fusão da SNBA e Virgin Express, em 7 de novembro de 2006.
Em setembro de 2008 a companhia foi comprada pela Lufthansa. Em dezembro de 2009 a companhia entrou na
Star Alliance. A Lufthansa então iniciou uma maior interação da Brussels com as outras companhias aéreas do grupo. A Eurowings assumiu parte das rotas na Europa, enquanto a marca Brussels vai focou mais nas rotas para África.

Fundação: 2006
País:
Bélgica
Sede: Diegem
Códigos: BEL / SN
Principais Aeroportos:
Aeroporto Internacional Brussels-National
Aeronaves já operadas: Airbus A330-200 (264 (22J+242Y))
Destinos: 76

> Frota Atual:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:

BRUSSELS AIRLINES

Airbus A319

8 10 16 anos   132 ou 141

Airbus A320

13 3 16 anos   168 ou 180

Airbus A330-300

10 2 14 anos   288 (30J+39W+219Y)

TOTAL:

31 15 16 anos 0 -

 

Evolução da empresa:

Logos antigos:

Pinturas:

 

Fundação: 1926 / 1954
País:
Alemanha
Principais Aeroportos: Aeroporto Internacional
am Main, Aeroporto Internacional Franz Josef Strauss
Sede: Frankfurt
Códigos: DLH / LH
Destinos: 221
Destinos no Brasil:
São Paulo e Rio de Janeiro
Code-Share:
Varig (encerrado em 2006). Tam (iniciado em 2007)

 

> Frota Atual:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:

LUFTHANSA e LUFTHANSA CARGO

Airbus A319

23   18 anos   132

Airbus A320

12 73 13 anos   156

Airbus A320neo

30   2 anos 30 180

Airbus A321

12 51 11 anos   190

Airbus A321neo

9   1 ano 31 215

Airbus A330-300

15   13 anos   221 (3 classes)

Airbus A340-300

16 1 21 anos   221 (3 classes)

Airbus A350-900

17   3 anos 8 293 (3 classes)

Airbus A380

  8 8 anos   488 (4 classes)

Boeing 737BBJ

  2 16 anos   92 (2 classes)

Boeing 747-8

13 6 7 anos   364 (4 classes)

Boeing 777-200F

9   4 anos   -

Boeing 777-9X

      20  

MD-11F

3 1 22 anos   -

TOTAL:

159 142 10 anos 89 -

LUFTHANSA CITYLINE

Bombardier CRJ-900

32 3 12 anos   86

Embraer E-190

9   11 anos   100
Airbus A319 5   23 anos   138

TOTAL:

46 3 13 anos 0 -

GERMANWINGS/EUROWINGS + EUROWINGS EUROPE + LGW

Airbus A319

19 32 13 anos   144 ou 150

Airbus A320

32 26 8 anos   174

Airbus A321

  5 9 anos   194

TOTAL:

51 63 10 anos 0 -

LUFTHANSA REGIONAL (Air Dolomiti)

Embraer E-195

14 1 10 anos   120


TOTAL Lufthansa + CityLine: 270
TOTAL DO GRUPO LUFTHANSA: 427
 

Airbus A380

Passageiros: 488 (8F+92J+52W+336Y) ou 526 (8F+98J+420Y)
Velocidade: 907 km/h
Altitude: 13100 m
Alcance: 12000 km

  Boeing 747-8

Passageiros: 362 (8F+92J+262Y) ou 364 (8F+80J+32W+244Y)
Velocidade: 920 km/h
Altitude: 13100 m
Alcance: 13100 km
  Airbus A350-900

Passageiros: 293 (43J+21W+224Y) ou 319 (36J+21W+262Y)
Velocidade: 907 km/h
Altitude: 13140 m
Alcance: 12200 km
.
Airbus A340-300

Passageiros: 221 (8F+48J+165Y) ou 298 (18J+19W+261Y)
Velocidade: 875 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 12700 km
  Airbus A330-300

Passageiros: 221 (8F+48J+165Y)
Velocidade: 875 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 10000 km
  Airbus A321neo / A321

Passageiros: 215 / 190 ou 200
Velocidade: 840 km/h
Altitude: 12000 m
Alcance: 4100 km
.
Airbus A320neo / A320

Passageiros: 180 / 156 ou 168
Velocidade: 840 km/h
Altitude: 11900 m
Alcance: 3470 km
  Airbus A319

Passageiros: 132 ou 138
Velocidade: 840 km/h
Altitude: 11900 m
Alcance: 3470 km
  Embraer E-190/E-195

Passageiros: 100 / 116
Velocidade: 870 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 3390 / 2590 km
.
Bombardier CRJ-900

Passageiros: 86
Velocidade: 820 km/h
Altitude: 12500 m
Alcance: 2440 km
       

Códigos: F: Primeira Classe, J: Classe Executiva, W: Classe Econômica Premium, Y: Classe Econômica.

 


O Grupo Lufthansa é composto das seguintes companhias aéreas: Lufthansa, Lufthansa Cargo, Lufthansa CityLine, Lufthansa Regional, Germanwings/Eurowings, Grupo Swiss, Grupo Austrian e Brussels Airlines.

E
Aeronave: Quantidade: Encomendas: Companhia Aérea:
GRUPO LUFTHANSA
Airbus A220-100/300 29 1 Swiss
Família Airbus A320 162   Lufthansa, Brussels, EuroWings, Swiss, Austrian
Família Airbus A320neo 44 83 Lufthansa, Swiss
Airbus A330-300 32   Lufthansa, Brussels, Edelweiss, Swiss
Airbus A340-300 25   Lufthansa, Edelweiss, Swiss
Airbus A350-900 17 8 Lufthansa
Airbus A380     Lufthansa
Boeing 737-800/BBJ     Lufthansa/Private Air
Boeing 747-8 13   Lufthansa
Boeing 767-300ER 4   Austrian
Boeing 777-200/300 27   Austrian, Lufthansa Cargo, Swiss
Boeing 777-9X   20 Lufthansa
MD-11F 3   Lufthansa Cargo
Dash-8-400 2   Austrian
Bombardier CRJ-900 32   Lufthansa Cityline
Embraer E-Jets 40   Lufthansa Cityline, Air Dolomiti, Austrian
TOTAL: 427 112 -

 

 

> Histórico de Frota:

E

Aeronave

1955 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2004 2008 2015 2020

Airbus A300

          10 4 8 11 13 7 14    

Airbus A310

            10 15 12 5 2      

Família A320

              8 42 75 74 87 145 214

Airbus A330

                    6 12 19 15

Airbus A340

                13 22 37 45 41 23

Airbus A350

                          16

Airbus A380

                        14 8

B707/B720

  1 12 21 18 7                

Boeing 727

    8 21 30 29 26 20            

Boeing 737

      25 28 28 42 62 108 77 60 64 21  

Boeing 747

      3 5 9 17 28 25 34 30 30 36 32

Convair 3/440

4 9 11                      

DC-3

3 3                        

DC-10

        9 11 11 11 1          

L1049/L1649

  11 7                      

V. Viscount

  9 7 3                    

TOTAL:

7 33 45 73 90 94 110 152 212 226 216 252 276 308

 

 

> Aeronaves Utilizadas:

Aeronave: Período: Total de unidades: Passageiros:

Airbus A300B2

1976-1984

07

 

Airbus A300B4

05

207 (18+63+126)

Airbus A300-600

1987-2009

15

246 (58+188) ou 200 (10+54+136)

Airbus A310-200

1984-2005

13

222

Airbus A310-300

10

174 (62+112)

Airbus A330-200

2002-2006

07

230 (48+182) ou 229 (42+187)

Airbus A340-200

1993-2006

08

212 (8+42+162)
 Airbus A340-600 2003-2021 24 281 (8F+56J+28W+189Y) ou 306 (8F+60J+238W)

Boeing 707-320B/C

1960-1984

19

124

Boeing 707-420

05

Boeing 720-200B

08

 

Boeing 727-100/C

1964-1979

27

 

Boeing 727-200

1971-1993

34

 

Boeing 737-100

1967-1982

24

85

Boeing 737-200

1969-1997

43

 
 Boeing 737-300 1986-2016  39 127

Boeing 737-400

1992-1998

11

 
 Boeing 737-500 1990-2016  42 111

Boeing 747-100

1970-1979

03

 

Boeing 747-200/B

1971-2004

22

386/258
 Boeing 747-400 1989-2020 22 344 (8F+66J+270Y)

Convair 340

1955-1968

06

44

Convair 440

11

 

Douglas DC-2

1955-1960

10

 

Douglas DC-3

15

 

Douglas DC-10-30

1974-1994

17

 

Lockheed Constellation A/H

1955-1967

14

32

Viscount 800

1958-1971

11

 
Dewoitine 338   03  
 

 

 

> Mapa de Rotas:


MAPA DE ROTAS NACIONAIS

 

ROTAS - EUROPA (clique para ampliar)

 

ROTAS - GLOBAL (de Munich)

ROTAS - GLOBAL (de Frankfurt)

ROTAS - GOBAL (de Bruxelas)


Ano: 1966


Ano: 1961

 

Atualizado em junho de 2021

Aviação Comercial