.

A companhia aérea El Al (אל על) é a principal companhia aérea de Israel. O seu nome significa "Aos Céus" em hebraico e a companhia se concentra em oferecer um serviço exemplar antes, durante e após o voo. A companhia é também considerada a mais segura do mundo, após frustrar várias tentativas de seqüestro.
Em setembro de 1948 o primeiro presidente de Israel voou para Genebra com o avião Israeli C-54, pintado com o logotipo "El Al - Companhia Aérea Nacional de Israel". Em 15 de novembro de 1948 a El Al foi oficialmente formada e se tornou a principal companhia do país.
Em fevereiro de 1949 a El Al recebeu os seus primeiros aviões próprios, dois DC-4 (ex-American Airlines).
Em 31 de julho de 1949 aconteceu o primeiro voo internacional da companhia, entre Tel Aviv e Paris.
Em 1950 foi inaugurado o serviço de carga e o voo regular para Londres e Estados Unidos. No inicio do ano, a El Al transportou mais de cento e sessenta mil imigrantes da Índia, Irã, Iraque e Lêmen para Israel em operações secretas.
Em 1955 a empresa comprou aviões Britannia e inaugurou voos transatlânticos sem escalas. A El Al foi a segunda companhia aérea no mundo a operar o Britannia, depois da BA.
Em 1961 a companhia entrou na era a jato com um Boeing 707 da Varig e depois com os seus próprios 707. Em 15 de junho de 1961 a companhia bateu o recorde mundial de voo sem escalas mais longo do mundo. Com o Boeing 707, a El Al voou de Nova York para Tel Aviv por 9270 km, com 9 horas e 33 minutos de duração.
Em 1973 a El Al recebeu o seu primeiro Boeing 747, que foi colocado na rota para Nova York.
Em abril de 1980 foram inaugurados voos para Cairo. Mas em 1982 a companhia encerrou as atividades por causa da sua má situação financeira e disputas trabalhistas.
Em janeiro de 1983 as operações foram retomadas e o governo anunciou a compra de novos Boeing 737 e 767.
Em 1984 a companhia fez o primeiro voo transatlântico com um avião de duas turbinas no voo Tel Aviv - Montreal, com o Boeing 767.
Em maio de 1988 a companhia bateu outro recorde, no voo sem escalas entre Tel Aviv e Los Angeles, com 13000 km e 13 horas e 41 minutos de duração.
Em 1989 foram inaugurados voos para Polônia e, com o fim da URSS, para Moscou em 1990.
Em 24 de maio de 1991 a El Al ganhou mais um recorde, transportando nada menos que mil e oitenta e sete passageiros na Operação Salomão. E ainda dois bebês nasceram durante o voo.
Em junho de 2003 foi iniciado o processo de privatização da companhia. Em 2005 a companhia se tornou uma empresa privada.
Em 1996, para tentar melhorar a situação financeira, a companhia lançou os voos "para nenhum lugar", onde os passageiros tinham vários tipos de entretenimento à bordo, enquanto o avião dava voltas no Mediterrâneo.
Em 2008 a El Al foi eleita "A Companhia Aérea Mais Segura do Mundo" pela revista Global Traveler Magazine, devido aos seus rigorosos procedimentos de segurança, tanto em terra como a bordo. Toda essa preocupação com a segurança vem de vários atentados que a companhia foi alvo durante décadas. Os procedimentos de segurança da companhia prevêem que cada passageiro será entrevistado individualmente, as bagagem são verificadas por equipes treinadas e os dados de todos os passageiros são confrontados com dados do FBI, CSIS, Scotland Yard, Shin Bet e Interpol Databases. Além disso todos os pilotos da companhia são ex-pilotos da Força Aérea e todos os aviões são equipados com sistema anti-mísseis.
Em 2 de maio de 2009 a El Al chegou no Brasil, na rota Tel Aviv - São Paulo com o Boeing 777-200ER.
Em 10 de novembro de 2011 a companhia deixou de voar para o Brasil, devido aos altos custos de operar a rota.
 

Evolução da empresa:

 

Fundação: 1948
País:
Israel
Principais Aeroportos: Aeroporto Internacional Ben Gurion

Sede: Tel Aviv
Aeronaves já operadas: Airbus A300B4, Boeing 707-100, Boeing 707-300, Boeing 707-400, Boeing 720, Boeing 737-200, Boeing 737-700 (104 (16J+88Y)), Boeing 747-100, Boeing 747-200, Boeing 757-200 (178 (16J+162Y)), Boeing 767-200ER, Britannia 300, Curtiss C-46, Douglas C-47/DC-3, Douglas DC-4, Douglas DC-6, Douglas DC-8-30, Douglas DC-8-60, McDonnell Douglas MD-11, Lockheed L049/L149 Constellation.
Destinos: 52
Destinos no Brasil:
São Paulo (não opera mais)

 

> Frota:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:
Boeing 737-800 15   13 anos   142 (16J+126Y)
Boeing 737-900ER 8   2 anos   172 (16J+156Y)
Boeing 747-400 6   21 anos   408 (8F+52J+348Y)
Boeing 747-400F 1   22 anos   -
Boeing 767-300ER 7   21 anos   233 (16J+211Y)
Boeing 777-200ER 6   14 anos   279 (12F+35J+232Y)
Boeing 787       22  
TOTAL: 43 2 14 anos 22 -

Códigos: F: Primeira Classe, J: Classe Executiva, W: Classe Econômica Premium, Y: Classe Econômica

 

 

> Mapa de Rotas:

GLOBAL

LEGENDA

ÁFRICA

EUROPA

ÁSIA

AMÉRICA

 

Atualizado em maio de 2017

Aviação Comercial