Com a ajuda da Pan Am, que era dona de 32% da empresa, a COPA (Compania Panameña de Aviación) iniciou atividades em junho de 1944. A frota era composta de três DC-3, que serviam três cidades no Panamá.
Em 1966 a companhia iniciou voos internacionais para São José, Barranquila e Madellin com o HS-748.
Em 1972 a empresa passou a ser controlada por panamenhos.
Nos anos 80 a companhia expandiu seus voos para Miami, México, Santiago, Buenos Aires, entre outras.
Em 1998 a Continental Airlines comprou 49% da companhia. Com isso a companhia inaugurou uma nova pintura, baseada na da Continental, e recebeu novas aeronaves como os Boeing 737-700 e 737-800.
Em 30 de junho de 2000 a companhia iniciou voos para São Paulo com o 737-700.
Em 2004 a Copa encomendou novas aeronaves E-190 da Embraer.
Em 2005 a companhia anunciou a compra de 51% da AeroRepublica (da Colômbia) e anunciou uma acordo de Code-Share com a Gol.
Em julho de 2006 iniciou voos para Manaus com o E-190, sendo a primeira companhia a operar com um E-Jet no Brasil. Em novembro iniciou voos para o Rio de Janeiro.
Em setembro de 2007 entrou para a SkyTeam e em 2008 iniciou voos para Belo Horizonte.
Em 2009, assim como a Continental, a Copa saiu da SkyTeam e entrou na StarAlliance no final de 2010. Com a fusão da United e Continental, a Copa passou a utilizar o programa de fidelidade da nova United.
Em 2011 a Copa anunciou novos voos para o Brasil, dessa vez para Porto Alegre e Brasília.
Em 2012 a companhia anunciou mais uma destino no Brasil: Recife.
Em 2014 a Copa inaugurou voos para Campinas e em 2015 fez uma encomenda de 61 Boeing 737MAX. Porém a rota para Campinas foi cancelada em dezembro de 2015.

 


A Copa Colômbia tem origem na AeroRepública, a terceira maior companhia da Colômbia. A AeroRepública começou a operar em junho de 1993 com um Boeing 727. Comandada pela
Continental Airlines, a companhia começou a se expandir com aeronaves DC-9 e MD-80. Posteriormente se uniu à Copa Airlines e incorporou novas aeronaves como o Boeing 737 e o E-190. Em 2010 a AeroRepública passou a se chamar Copa Airlines Colombia.

 

Evolução da empresa:

Logos antigos:

Pinturas:

 

Fundação: 1944
País:
Panamá
Principais Aeroportos: Aeroporto Internacional Tocumen

Sede: Panamá
Códigos: CMP / CM
Aeronaves já operadas: Boeing 707-300, Boeing 727-100, Boeing 737-100, Boeing 737-200, L.188 Electra, HS-748, Martin 404, Convair 240, Convair 440, C-46, C-47, DC-3, DC-6
Destinos:
75
Destinos no Brasil:
São Paulo, Manaus, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília e Recife (Campinas - não opera mais)

 

> Frota Atual:

E
Aeronave: Ativos: Inativos: Idade Média: Encomendas: Passageiros:

COPA AIRLINES

Boeing 737-700 11   13 anos   124
Boeing 737-800 63   4 anos 7 154 ou 160
Boeing 737-8MAX       61 154 ou 160
Embraer E-190 12 2 9 anos   94
TOTAL: 86 2 6 anos 68 -

COPA COLOMBIA

Boeing 737-700 3   16 anos   124
Embraer E-190 10   8 anos   94 ou 106
TOTAL: 13 0 10 anos 0 -

TOTAL DO GRUPO: 99

Boeing 737-700

Passageiros: 124 (12J+112Y)
Velocidade: 840 km/h
Alcance: 5700 km
Altitude de Cruzeiro: 41 mil pés

Boeing 737-800

Passageiros: 160 (16J+144Y) ou 154 (16J+138Y)
Velocidade: 840 km/h
Alcance: 5700 km
Altitude de Cruzeiro: 41 mil pés
Embraer E-190

Passageiros: 106 ou 94 (10J+84Y)
Velocidade Máxima: 1004 km/h
Alcance: 4074 km
Altitude de Cruzeiro: 41 mil pés

Códigos: F: Primeira Classe, J: Classe Executiva, W: Classe Econômica Premium, Y: Classe Econômica

 

 

> Mapa de Rotas:

COPA AIRLINES

COPA COLOMBIA

ROTAS
2010

ROTAS - AEROREPÚBLICA
2010

 

Atualizado em maio de 2016

Aviação Comercial