Antonov An-10 / An-12
O Antonov 10 surgiu na década de 50 e era um avião pressurizado e impulsionado por quatro hélices. A aeronave entrou em serviço comercial pela Aeroflot em 1959.
Enquanto o An-10 era para passageiros, o An-12 era a versão cargueira do An-10. O An-12 entrou em operação pela Força Aérea Russa em 1957. Em 1961 o An-12 também começou a ser vendido para companhias aéreas (todas de países comunistas). A lançadora foi a Aeroflot, em 1962. A produção da aeronave terminou em 1973.
O An-12 também foi produzido na China com o nome de Shaanxi Y-8.
O An-12 teve várias sub-versões: as séries An-12A foram um aperfeiçoamento do modelo original e com maior capacidade de combustível. Os An-12B tinham tanques de combustível extra nas asas e algumas melhorias. Os An-12D foram desenvolvidos em 1964 com novos trem de pouso e uma fuselagem mais longa. Os AN-12R tinham novos motores e podia transportar mais carga. Os AN-12T eram versões para transportar combustível de automóveis e aeronaves.


Steve Hall
Origem: URSS
Produção: 1959-1973
Comprimento: 33,10 m
Envergadura: 38,00 m
Altura: 10,53 m
Motores:
2x Ivchenko AI-20
Peso: 29 toneladas
Peso máximo de decolagem: 55 toneladas
Velocidade de cruzeiro: 600
km/h
Velocidade máxima: 660 km/h
Passageiros: 100
Primeiro voo: 1957
Entregues: 104 (An-10) / 1248 (An-12)
Alcance: 2532 km
Concorrentes:
Bristol Britannia, Lockheed Electra II, Vickers Vanguard, Illyushin Il-18
Companhia Lançadora: Aeroflot

 

 

 

Antonov An-24 / An-26 / An-30 / An-32
O An-24 foi projetado para substituir o Illyushin Il-14 em curtas e médias distâncias. As principais características da aeronave são a capacidade de operar em pistas curtas e em qualquer condição climática. O projeto começou em 1957 e em 1962 entrou em serviço pela
Aeroflot.
A aeronave ganhou novas versões (An-24T e An-24V), com melhor performance na decolagem. O An-24 também ganhou uma versão cargueira, conhecida como An-26.
O An-24 também foi produzindo na China, onde ficou conhecido como Xian Yunshuji Y-7. A produção do An-24 na URSS terminou em 1978.
O An-30 é a evolução do An-24. O An-30 tem melhorias na fuselagem, equipamentos mais modernos e novos motores. O An-32 é a versão cargueira do An-30, baseado no An-26.


Dmitry Kazakov
Origem: URSS
Produção:
1959-1979 (An-24)
1969-1986 (An-26)
1971-1980 (An-30)
1976- hoje (An-32)
Comprimento: 23,53 m
Envergadura:
29,20 m
Altura: 8,32 m

Motores: 2x Ivchenko AI-24 (An-24)

Velocidade de cruzeiro: 450 km/h (An-24)
Velocidade máxima: 500
 km/h (An-24)
Passageiros: 50
Primeiro voo: 1959 (An-24)
Concorrentes: Convair CV-240/340/440/580, Fokker 27, HS-748

Alcance:
2400 km (An-24)
Entregues: 3254
An-24: 1367
An-26: 1403
An-30: 123
An-32: 361


 

 

Antonov An-124
No Airshow de Paris, em junho de 1985, o mundo conheceu o maior avião do mundo. Não era o Boeing 747, era o Antonov An-124, batizado de Ruslan (um herói russo). O An-124 foi por anos o maior avião cargueiro do mundo, quando perdeu o posto para o An-225. A aeronave possui vinte e quatro rodas e pode pousar em asfalto, terra, grama e neve. O An-124 também foi o avião com maior volume de carga: 1014 metros cúbicos, mas perdeu o posto com o "Beluga" (A300-600ST), com 1400 metros cúbicos. O An-124 fez sucesso não só no "mundo comunista" como em todo o ocidente, devido à sua grande capacidade de carga e versatilidade. O An-124 é capaz de transportar carros de luxo, carros de corrida, helicópteros, cavalos de corrida, tanques de guerra e outros aviões. Fez tanto sucesso que até uma "versão ocidental" foi proposta pelos EUA, porém a idéia não decolou.


Andreas Fietz
Origem: URSS
Produção: 1982 - hoje
Comprimento: 68,96 m
Envergadura: 73,30 m
Altura: 20,78 m
Peso: 175 toneladas
Peso máximo de decolagem: 405 toneladas

Motores: 4x Iychenko Progress D-18T

Velocidade de cruzeiro: 850
km/h
Velocidade máximo: 860 km/h
Carga: 150 toneladas
Primeiro voo: 1982
Alcance: de 15000 (vazio) a 4500 (carregado) km
Pista mínima para decolagem: 2,5
km
Entregues: 56


 

 

Antonov An-148/An-158
No inicio dos anos 1990 a Antonov começou a desenvolver um projeto para uma aeronave regional, conhecido com An-74. Em 2001 o projeto passou a ser conhecido como An-148.  O An-148 é equipado com duas turbinas turbofan jet, com sistema de auto-diagnóstico, display de LCD e sistema fly-by-wire. A produção dos três primeiros protótipos começou em 2002 e o voo inaugural aconteceu no dia 17 de dezembro de 2004. O primeiro voo comercial foi em 2 de junho de 2009, pela Aerosvit, entre Kharkov e Kiev.
Também foi criada uma versão alongada, conhecida como Antonov An-158. O An-158 é capaz de transportar 99 passageiros e possui wingtip na ponta das asas. O primeiro voo aconteceu em 28 de abril de 2010.
Há também a versão executiva An-168 e a versão cargueira An-178.

 
Anthony Noble
 
Origem: Ucrânia
Produção: 2009 - hoje
Comprimento: 29,13 m
Envergadura: 28,91 m
Altura: 8,19 m
Capacidade de combustível: 12 mil litros

Peso máximo de decolagem: 38 a 43 toneladas

Motores: 2x
High bypass D-436-148 turbo fans
Velocidade de cruzeiro: 800
km/h
Velocidade máximo: 870 km/h
Pista mínima para decolagem: 1,5 a 1,8 km
Altitude de cruzeiro: 12,2 km (40 mil pés)
Passageiros: 68 a 85 (An-148) / 86 a 99 (An-158)
Primeiro voo: 2004
Alcance: 2100 a 4400 km
Companhia Lançadora: Aerosvit
Concorrentes: Embraer E-175/190, Bombardier CRJ-700/900, Sukhoi Superjet 100
Entregues: 31

 

 

 

Antonov An-225

O Antonov An-225 é simplesmente o maior avião do mundo. O An-225 tem o apelido de "Mriya" (sonho) e apenas um exemplar foi construído. Apesar de duas unidades terem sido encomendadas pela Força Aérea Russa, a segunda nunca chegou a ser terminada. O Antonov 225 é baseado no An-124, mas possui uma fuselagem maior, trinta e duas rodas, seis motores e bateu o recorde de carga com mais de 270 toneladas! Até o hoje o seu tamanho não foi superado, nem mesmo pelo A380. As aeronaves comparáveis ao gigante An-225 são o An-124, Airbus A380, Boeing 747 e Lockheed C-5 Galaxy.
O An-225 transportou coisas inimagináveis de se transportar via aérea, como trens e geradores de 150 toneladas.


Alexey Yakubov

Origem: URSS
Produção: 1988
Comprimento:
84,0 m
Envergadura: 88,4 m
Altura: 18,1 m
Peso: 285 toneladas
Peso máximo de decolagem: 640 toneladas

Motores:
6x ZMKB Progress D-18
Velocidade de cruzeiro: 800 km/h
Velocidade máxima: 850 km/h
Carga: 250 toneladas
Primeiro voo: 1988
Altitude de cruzeiro: 11 km (36 mil pés)
Alcance: de 15400 a 4000 km
Entregues: 1

 

File:Giant planes comparison.svg

 

Aviação Comercial